Sentir cheiro do vinho pode prevenir doenças como Parkinson e Alzheimer

Inúmeros estudos já apontaram os benefícios dos vinhos quando ingeridos. Pesquisadores, porém, chegaram à conclusão que o cheiro e o ato de cheirá-lo também traz consequências positivas para a nossa saúde. De acordo com cientistas da Cleveland Clinic Lou Ruvo Center for Brain Health e da Cleveland Clinic Radiology, dos EUA, e da Université du Québec à Trois-Rivières, do Canadá, sentir as características olfativas da bebida desenvolve o córtex cerebral, que por sua vez auxilia a prevenção de doenças neurodegenerativas.

Para chegar a esta conclusão, os estudiosos compararam os cérebros de pessoas comuns e de Masters Sommeliers. Segundo as pesquisas, estes profissionais do vinho possuem o córtex entorrinal e o córtex insular mais grossos graças ao incentivo dos componentes vinícolas. Dessa forma, como por meio de uma ginástica cerebral, eles têm uma melhor capacidade de controlar as percepções sensoriais e uma melhor memória. Por consequência, as duas áreas tornam-se menos propensas a doenças como Alzheimer e Parkinson, comuns de surgir com o avançar da idade.

Fonte: Revista Adega

Add um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Tel: (11) 99527-7839
Cel: (11) 97381-1017
Vila Madalena - SP
Rua Mourato Coelho, 1346